10 lugares considerados patrimônios culturais da humanidade no Brasil para conhecer

12 minutos para ler

Patrimônio da humanidade no Brasil: O Brasil é um país que tem diversos lugares que são considerados patrimônio da humanidade. Conhecer sobre mais eles faz com que novas possibilidades de destinos de viagem surjam!

O Brasil é um país que conta com muitos registros arqueológicos, construções e ruínas que chamam atenção não apenas pela beleza, mas pela importância social e cultural que carregam. Muitos desses locais são considerados patrimônio da humanidade no Brasil.

Apesar de valer a pena visitar cada um desses lugares, é comum encontrar brasileiros que não sabem quais são os patrimônios da humanidade que temos em nosso país. Pensando nisso, preparamos este post em que reunimos 10 lugares incríveis.

Se você quer planejar uma viagem para um desses destinos, continue a leitura deste post que vamos apresentar todos os detalhes sobre 10 patrimônios culturais da humanidade no Brasil. Não perca!

1. Centro Histórico de Olinda

A cidade de Olinda, em Pernambuco, localizada perto da cidade do Recife (capital do estado), foi fundada no século 16 pelos portugueses e foi um local fundamental para a indústria de cana-de-açúcar que sustentou o Brasil por décadas. Contudo, como a cidade foi invadida e ocupada pelos holandeses, foi necessário reconstruí-la — motivo pelo qual a maior parte de suas construções são do século 18.

Olinda é considerada uma das cidades mais charmosas do Brasil e até os dias de hoje o seu conjunto arquitetônico é bem preservado e mantém suas pequenas ruas repletas de antigas casas com fachadas coloridas, jardins, capelas, conventos e 20 igrejas barrocas — um ambiente perfeito para tirar belas fotos!

Como se o encantador conjunto arquitetônico não fosse o suficiente, a cidade ainda tem como fundo o mar que torna o local ainda mais bonito. Todo o conjunto faz com que Olinda tenha um charme particular e fez com que ela fosse declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO inscrito em 1982.

Em geral, a cidade de Olinda costuma encher de turistas no carnaval e em determinadas festividades religiosas. Contudo, o mais recomendado para aqueles que desejam economizar e aproveitar tudo que a história da cidade pode proporcionar é planejar uma viagem em épocas menos festivas.

2. Brasília

A cidade de Brasília foi construída do zero no centro do país entre 1956 e 1960 para se tornar a capital do Brasil. A sua construção foi um grande marco na história do planejamento urbano — motivo pelo qual ela foi inscrita na lista da UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1987.

Cada detalhe de Brasília foi pensado pelos responsáveis por sua criação (Oscar Niemeyer, um dos maiores arquitetos do Brasil e Lucio Costa, planejador urbano), como as fachadas dos prédios administrativos e residenciais e até mesmo a simetria perfeita entre os edifícios que se alinha ao design geral da cidade, o que na época foi visto como criativo e inovador do ponto de vista arquitetônico.

A capital federal tem o formato que se assemelha a um pássaro durante o voo e, além de seus edifícios oficiais estarem em harmonia, as construções também são criativas e repletas de curvas, uma característica marcante do trabalho de Niemeyer.

3. Centro Histórico de Diamantina

O Centro Histórico de Diamantina, no interior de Minas Gerais, aparece na lista por ser considerado como um relevante exemplo de como o ser humano é capaz de sobreviver e prosperar mesmo nos ambientes mais inabitáveis.

Diamantina, então conhecida como Arraial do Tijuco, foi fundada por caçadores de diamantes no século 18 e, por essa razão, fica localizada em meio às montanhas rochosas. Apesar dessa adversidade, a cidade foi capaz de se desenvolver artisticamente e culturalmente e, mesmo nos dias de hoje, ainda guarda muito de sua história.

A realidade é que as suas construções arquitetônicas não são tão imponentes como em outras cidades históricas de Minas Gerais. Contudo, é justamente a simplicidade de seu estilo arquitetônico que fez com que o local fosse inscrito como Patrimônio Cultural da UNESCO em 1999.

Além de seu patrimônio histórico e cultural, repleto de belos exemplos barroco, ilustres moradores já passaram pelo local, como a escrava alforriada Chica da Silva e o presidente da República Juscelino Kubitschek.

4. Pampulha

O Conjunto Moderno da Pampulha é um bairro localizado em Belo Horizonte, no capital de Minas Gerais. Foi construído contornando uma lagoa artificial e projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Trata-se de um dos principais e mais visitados cartões-postais da cidade.

No local é possível encontrar os mais charmosos conjuntos arquitetônicos de Belo Horizonte, como a Igreja de São Francisco de Assis que abriga painéis de Cândido Portinari, além de paisagens que são ousadas e levam as possibilidades do concreto ao limite por meio da mistura entre escultura, arquitetura, paisagismo e pinturas em um conjunto harmonioso.

Pampulha é um bairro capaz de transmitir o clima brasileiro, a influência de tradições locais e a perfeita união entre paisagens naturais com a arquitetura contemporânea e, por essa razão, foi declarado como Patrimônio Cultural da Humanidade em 2016 pela UNESCO.

5. Centro Histórico de São Luís

São Luís, a capital do estado do Maranhão, é a única cidade do Brasil que foi fundada por franceses. Contudo, foi invadida por holandeses e, por fim, dominada pelos portugueses.

O centro histórico de São Luís é repleto de edificações do século 17 — uma herança de Portugal — e em razão de um período de estagnação econômica que sofreu no início do século 20, a cidade se manteve preservada e, hoje em dia, o local é um excelente exemplo de cidade colonial dos impérios ibéricos.

Hoje em dia, o Centro Histórico de São Luís conta com mais de três mil prédios históricos espalhadas pelo local, como sobrados e casarões com revestimento em azulejos portugueses em suas fachadas e interiores. Além disso, o lugar também apresenta outras particularidades, como os traçados lineares nas ruas, com desenhos geométricos. O seu título de Patrimônio Cultural pela UNESCO foi conquistado em 1997.

Powered by Rock Convert

6. Cais do Valongo

O Cais do Valongo, localizado na região portuária do Rio de Janeiro, foi porto de chegada de cerca de 900 mil escravos vindos da África e, portanto, é considerado como o mais relevante e preservado resquício físico da chegada dos escravos africanos no Brasil e até mesmo no continente Americano.

O Cais do Valongo era a principal porta de chegada dos escravos africanos no país e as suas ruínas representam a história da escravidão no Brasil, sendo reconhecidas pela Unesco em 2017 como patrimônio da humanidade e local de memória de eventos traumáticos de sobrevivência, como ocorre com o Campo de Concentração de Auschwitz, na Polônia — ou seja, se trata de um registro que representa memórias de luta e sobrevivência.

7. Ruínas de São Miguel das Missões

As Ruínas de São Miguel das Missões é um dos monumentos mais importantes do Brasil e se localiza na fronteira entre o Rio Grande do Sul com a Argentina — motivo pelo qual, inclusive, esse patrimônio é dividido com o referido país vizinho.

Trata-se de uma herança deixada pelas missões de jesuítas na região no século 17 em território pertencente aos índios Guaranis entre os séculos 17 e 18. As construções foram erguidas pelos padres e eram usadas como centros catequizadores dos nativos que moravam no local antes da chegada dos portugueses.

No total, existem 5 ruínas de Missões Jesuítas dos Guaranis espalhadas em meio a florestas tropicais. Contudo, de todas elas, quatro se localizam no lado argentino e apenas uma, as ruínas de São Miguel das Missões, fica localizada no Brasil.

A comunidade de indígenas que vivia no local adquiriu conhecimentos tecnológicos em razão das interações com os jesuítas. Posteriormente, os nativos resistiram à invasão portuguesa, mas foram massacrados pelos invasores.

O local foi tombado e considerado como patrimônio da humanidade no Brasil em 1983 por causa de sua relevância histórica. As ruínas, hoje em dia, apresentam estruturas e estado de conservação diferentes.

8. Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos

O Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, localizado na cidade de Congonhas, em Minas Gerais, é composto por 12 esculturas barrocas esculpidas por Antônio Francisco Lisboa, o famoso Aleijadinho.

Um dos fatores que fez a cidade de Ouro Preto se tornar Patrimônio da Humanidade foi justamente a obra de Aleijadinho, e não seria diferente com um local repleto de obras do maior artista barroco brasileiro.

As imagens que fazem parte do Santuário do Bom Jesus dos Matosinhos são da segunda metade do século 18 e, além das esculturas, na cidade também há a Igreja do Bom Jesus de Congonhas, além de seis capelas que contam com mais de 60 esculturas de madeira do Aleijadinho.

O Santuário de Bom Jesus de Matosinhos tem o seu interior inspirado no rococó italiano, uma escadaria exterior decorada com estátuas dos profetas católicos e capelas que ilustram a Via Crúcis. As suas estátuas são legítimas e feitas em pedra-sabão, representando o barroco latino-americano. Todos esses elementos fizeram com que o local fosse eleito como Patrimônio Cultural pela UNESCO em 1985.

9. Parque Nacional Serra da Capivara

O Parque Nacional Serra da Capivara é composto pelas cidades de São Raimundo Nonato, Canto do Buriti e São João do Piauí, no sudeste do estado do Piauí. O local, considerado um dos lugares mais incríveis do Brasil, abriga o testemunho de algumas das mais antigas comunidades na América do Sul.

Isso ocorre porque o Parque Nacional da Serra da Capivara conta com milhares de sítios arqueológicos repletos de pinturas rupestres com mais de 25 mil anos, sendo que quase todas as suas formações rochosas e cavernas são decoradas com pinturas datadas de milhares de anos atrás, ou seja, é um local que concentra vestígios do homem pré-histórico no Brasil e um dos sítios arqueológicos mais antigos da América do Sul.

O local está aberto para a visita de turistas desde 1979 e as pinturas rupestres que relatam a vida, as lendas, os costumes e a cultura do povo que originou a ocupação do continente americano estão espalhadas em mais de 300 pontos de interesse em uma área de 214 quilômetros de circunferência.

O Parque Nacional Serra da Capivara foi inscrito pela UNESCO na lista de Patrimônios Mundiais em 1991 em razão da sua importância arqueológica e histórica e, além das cavernas rochosas cobertas de pinturas rupestres, no local também há ossadas e objetos milenares.

10. Centro Histórico de Salvador

O Centro Histórico de Salvador, na capital do estado da Bahia, foi tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1985 por retratar a arquitetura renascentista por meio de seus prédios coloridos.

Salvador foi a primeira capital do Brasil e a cidade é capaz de contar uma parte crucial da nossa história por meio de seus prédios históricos e igrejas, além de ser um excelente local para viajar com a família, afinal, existem diferentes opções de passeios na cidade, como centro histórico, Pelourinho, praias, música e gastronomia baiana.

O Centro Histórico de Salvador é composto por construções dos séculos 16 e 19 e o Pelourinho, famoso ponto turístico da cidade, preserva importantes traços da arquitetura portuguesa por meio de seus prédios coloridos.

Mais um dos critérios que fez com que o local levasse esse título, de acordo com a UNESCO, foi a relevância histórica da cidade como um ponto de conversão entre as culturas dos africanos, europeus e indígenas brasileiros. Esse mesmo fator também foi utilizado para o tombamento de outras cidades marcadas pela exploração até mesmo fora do Brasil, como Cartagena e Havana.

Agora que você conhece um guia completo com 10 lugares que são considerados patrimônio da humanidade no Brasil, você deve estar com vontade de conhecê-los, não é mesmo? Então, lembre-se de programar a sua viagem com antecedência para aproveitar melhor todos os passeios e pesquise a história do lugar antes de ir para que a sua experiência seja ainda mais completa e enriquecedora. Além disso, leve alguns livros de viagem para se divertir durante o trajeto até chegar ao local escolhido, especialmente no caso de viagens longas!

Se você gostou de conhecer 10 lugares considerados patrimônio da humanidade no Brasil, compartilhe este post em suas redes sociais para ajudar outras pessoas a descobrirem esses relevantes locais históricos!

Confira os destinos que a Buser trabalha e reserve agora a sua viagem para conhecer os patrimônios da humanidade no Brasil:

  1. Recife
  2. Brasília
  3. Diamantina
  4. Belo Horizonte
  5. São Luís
  6. Rio de Janeiro
  7. Salvador
Posts relacionados