Categoria: Destinos

Rio de Janeiro: 455 anos de muita cultura e brasilidade

Rio de Janeiro: 455 anos de muita cultura e brasilidade

Ontem, 01 de março, o Rio de Janeiro completou 455 anos, mas, de que forma sua história impacta o Brasil e o que as terras cariocas têm de tão diferente? Entenda!

O dia 01 de março tem significado especial, afinal, é o dia em que uma das mais importantes cidades do Brasil, o Rio de Janeiro, faz aniversário. A cidade maravilhosa acaba de completar 455 anos muito bem vividos. Afinal, muitas águas já rolaram pela Baía de Guanabara e muita história importante foi vivida em solo carioca. 

História

Tudo começou em 1502, quando o explorador português Gaspar Lemos avistou a Baía de Guanabara e batizou a cidade como Rio de Janeiro. Contudo, sua fundação aconteceu apenas em  1 de março de 1565, quando os portugueses, liderados por Estácio de Sá, fundaram e ocuparam a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, em resposta a ocupação francesa que havia sido iniciada. 

Comandados por Estácio de Sá, os portugueses travaram um conflito com os franceses, o que culminou na expulsão dos mesmos em 1567. Com o tempo, o Rio foi se tornando a principal cidade do país. Foi sede do Império, capital brasileira e viveu uma era de ouro. 

Bom, mas essa história é conhecida, não é? E para um carioca, o que é o Rio de Janeiro e o que a cidade tem de diferente?

Continue a leitura e entenda.

Leia também: Com Bartucada, Carna Buser leva mais de 200 mil às ruas de BH

Terra do samba e da cultura popular

Nascido marginal, nos morros e periferias da cidade, o samba já foi mal visto pelos brasileiros, mas foi ganhando força e se tornando, talvez, um dos ritmos mais democráticos que temos. O samba, que antes tinha cor e Cep, hoje é nacional e motivo de orgulho de norte a sul. E não é só de samba que se faz a cultura carioca, diversos ritmos genuinamente brasileiros nasceram na cidade, como a Bossa Nova, o Funk, o Chorinho, entre outros.

Para quem curte um samba, chorinho e gafieira, vale muito a pena visitar uma das casas da Lapa, bairro que é um ícone da boemia carioca.

Ma o samba não vive só na zona sul, o samba é do Rio. “O espaço que o samba tem na cidade é tão incrível que você encontra, em plena segunda feira, o Samba do Trabalhador, que acontece no Andaraí e é lotado. Ele junta todos os ‘clãs’ num mesmo espaço de harmonia gerado pela música”, pontua  Isabelle Castillo, relações públicas e carioca da gema.

imagem do samba do trabalhador no bairro de Andaraí, Rio de Janeiro
O Samba do Trabalhador reúne todo tipo de pessoa em um ambiente de muita energia e música boa no bairro do Andaraí (Imagem: divulgação)

Visitar o Rio é, certamente, conhecer uma cidade que respira cultura, que exalta o seu povo, mas é, também, visualizar de forma muito intensa a diferença. Porém, na praia todo mundo se encontra. Pelo menos é o que acredita Isabelle. “A praia carioca é o lugar mais democrático que existe. Tem rico, pobre, brancos e negros, turista, religioso, bicheiro, ou seja, tem de tudo e estão todos com pouca roupa, suados e dividindo a areia e o mar. Sem guerra, sem briga e sem dor”, declara.

Vai visitar o Rio? o que você não pode perder!

Dizem que para conhecer um lugar de verdade a gente precisa seguir as dicas dos locais. Afinal, talvez o Rio de Janeiro seja o destino turístico mais famoso do país. São praias para perder de vista; o Cristo Redentor; o Pão de Açúcar; a praia de Copacabana, enfim, são muitos pontos icônicos, mas que todo turista visita.

Sendo assim, para Isabelle Castilho, conhecer o Rio de Janeiro de verdade envolve “comer bacalhau na Cadeg,  curtir uma roda de samba na Pedra do Sal, passar uma manhã passeando pelos ateliês de arte em Santa Tereza e aproveitar o fim da tarde pegando uma praia no Arpoador com o pôr do sol mais lindo do mundo. Isso é o mínimo que eu espero de um bom turista que quer fugir do basicão Cristo e Pão de Açúcar”, acrescenta.

Mulher, Isabelle Castillo, visivelmente grávida na praia do Arpoador
Isabelle em um dos seus lugares preferidos do Rio, a praia do Arpoador, quando estava grávida do seu filho Júlio, hoje com 4 anos (Imagem: arquivo pessoal)

O jeito carioca de ser

Mas o que é ser carioca? É ter a famosa “malandragem”? Para Isabelle é muito mais do que isso, é ser apaixonado. “Ser carioca é defender a cidade até o último segundo mesmo sendo contra tudo o que acontece por lá. Só o carioca pode falar mal do Rio, ai de quem ousar reclamar!”.

Vista do Museu do Amanhã no pôr do Sol
Vista do pôr do sol no Museu do Amanhã, localizado na região central do Rio de Janeiro. Para Isabelle, o centro do Rio é das regiões mais icônicas da cidade, com caos, cultura urbana, museus e, ainda, mar (Imagem: Isabelle Castillo)

E aí, que tal conhecer tudo de bom que o Rio tem a nos oferecer? Confira os grupos da Buser formados para a cidade maravilhosa e aproveite. Acesse AQUI

Vai fugir do Carnaval? Conheça os melhores destinos para descansar

Vai fugir do Carnaval? Conheça os melhores destinos para descansar

Se o seu forte não é serpentina e glitter, conheça os destinos perfeitos para fugir do Carnaval e relaxar

É só andar por aí para ver que as ruas já estão em clima de Carnaval, certo? Não necessariamente! Há lugares em que a folia não é tão intensa assim. Apesar de ser a festa mais popular do Brasil, ela não é unanimidade e muita gente torce o nariz e faz de tudo para fugir do Carnaval. Para essas pessoas, essa é a oportunidade perfeita para colocar o pé na estrada em busca de paz —  bem longe das multidões.

Se a sua pegada é curtir aquela paisagem natural, uma cachoeira refrescante ou fazer trilhas, existem alguns destinos perfeitos para você e vamos te contar quais são neste post. 

Mas, se você é da turma que curte um bloco até o dia amanhecer, não deixe de conferir os 5 destinos mais “quentes” do Carnaval 2020.

Vamos lá?

Bonito – MS

Parece uma brincadeira clichê, mas Bonito, realmente, é uma cidade que faz jus ao nome. Com paisagens de tirar o fôlego, é um dos melhores destinos para mergulhar em águas doces no Brasil. 

Localizada a 300 km de Campo Grande, Bonito é cheia de rios com águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Sua mistura de Cerrado com Mata Atlântica dá ao lugar uma paisagem que mais parece uma pintura, ideal para relaxar, se desligar dos problemas e fugir do Carnaval.

A vocação de Bonito é o ecoturismo e o cuidado com o meio-ambiente é levado a sério. Afinal, alguns pontos da cidade são tão preservados que nos dão a sensação de estar em um local intocado.

Apesar de ser uma cidade pequena, com apenas 22 mil habitantes, Bonito tem uma estrutura de turismo muito ampla e organizada. Existem cerca de 46 passeios credenciados e uma rede hoteleira muito variada, com pousadas simples, hostels, bons hotéis e até mesmo resorts. 

Alguns passeios têm um preço um pouco mais salgado, mas incluem guias, equipamentos e, em alguns casos, até almoço. No verão as cachoeiras ficam bastante volumosas por conta das chuvas e isso, somado às temperaturas mais quentes, faz com que a procura pelos passeios aumente muito. Então, se vai em cima da hora, agilize o agendamento.

Entre os principais pontos turísticos destacam-se a Gruta do Lago Azul, uma caverna com um lago que tem uma cor extremamente azul; o Rio Sucuri, considerado o mais cristalino do Brasil e ideal para mergulho e o Parque das Cachoeiras, que tem 7 quedas para banho.

A gastronomia sul-mato-grossense não deixa nada a desejar. Bonito tem alguns bons restaurantes: não deixe de experimentar jacaré, considerado uma refeição nobre, além de peixes de água doce, como a piraputanga, símbolo da cidade. 

São Thomé das Letras – MG

Casa da Pirâmide em São Thomé das Letras, considerado um dos melhores lugares para fugir do carnaval
A Casa da Pirâmide chega a atrair dezenas de pessoas para assistir o pôr do sol (Foto: Divulgação)

Quando se fala em destino relaxante e místico no Brasil, a primeira cidade que nos vem à mente é São Thomé das Letras. Localizada no sul do estado de Minas Gerais, a 350 km da capital, Belo Horizonte, a cidade ganhou fama como destino esotérico. Há quem defenda que o local é um dos 7 pontos mais energéticos do mundo.

São Thomé é repleta de natureza. São muitas montanhas, grutas e mais de 30 cachoeiras e piscinas naturais deliciosas. As mais famosas são a Cachoeira da Lua e a Cachoeira do Flávio.

Uma das principais atrações da cidade é o Parque Municipal Antônio Rosa, localizado a 1.430 metros acima do nível do mar. Nele, estão localizados o Cruzeiro, a Toca da Bruxa e a Casa da Pirâmide. Por lá é possível aproveitar uma vista incrível, o que o torna um lugar perfeito para relaxar, observar o nascer ou pôr do sol e, claro, fugir do Carnaval.

Para os mais radicais, vale a pena também conhecer as grutas da cidade. A gruta de Sobradinho, por exemplo, tem mais de 150 m de extensão, uma cascata e um poço de águas claras. Já a gruta do Carimbado é conhecida pela lenda de que seu fim nunca foi descoberto e que lá há uma passagem secreta que leva para Machu Picchu, cidade sagrada do Peru. 🤯

Campos do Jordão

Na imagem, casario da região de Vila Capivari, em Campos do Jordão. Excelente local para fugir do Carnaval.
Campos do Jordão é a cidade mais alta do Brasil, com clima ameno e romântico (Foto: Divulgação)

Localizada a 1.628 m acima do mar, Campos do Jordão é o núcleo urbano mais alto do país. Conhecida popularmente como a Suíça brasileira, as montanhas da Serra da Mantiqueira, sua arquitetura típica da Europa e as temperaturas amenas dão à cidade um clima romântico.

Você deve estar pensando: mas Campos do Jordão é um bom local para se visitar no verão? Nós afirmamos que sim. Afinal, com sua estrutura turística bem desenvolvida, a cidade tem atrações durante todo o ano.

Mesmo no verão, as temperaturas por lá não passam de 25º, o que é ótimo para fugir do calor e das praias cheias. Neste período mais ensolarado, a dica é explorar a rica natureza da região no Horto Florestal, Pedra do Baú e Pico do Itapeva – quinto maior cume do Brasil, com 2.025 m de altitude. 

Outra ótima opção é o Parque Tarundu. O espaço oferece mais de 30 atividades de lazer, a maioria ao ar livre. Lá é possível patinar no gelo, andar a cavalo, fazer tirolesa, escalada, arvorismo e tiro esportivo. A atração mais disputada é o circuito de tirolesas, com 800 m de extensão e 50 m de altura.

O passeio de bonde também é imperdível e tão legal quanto o bonde é o passeio de teleférico no Morro do Elefante, com vista panorâmica de toda a cidade.

O ponto mais famoso da cidade e cujas imagens são conhecidas em todo o país é o bairro de Vila Capivari. No local estão reunidos os badalados restaurantes, cafés, lojas e bares, como a famosa choperia Baden Baden. Não deixe de provar os deliciosos fondues da cidade e o prato típico: truta com pinhão. É uma delícia!

Águas de Lindóia – SP

Tudo em Águas de Lindóia envolve água. É um excelente destino para relaxar (Foto: Divulgação)

Águas de Lindóia é uma cidade charmosa do interior de São Paulo, localizada a 170 km da capital, na região do Circuito das Águas. Além da qualidade de suas águas, ela é conhecida por seu clima ameno, ar puro e montanhas. É uma boa pedida para turistas que buscam descanso e querem fugir do Carnaval.

Não é à toa que o município tem esse nome. Afinal, tudo envolve água e, por lá, a água das nascentes surge a uma temperatura de 28ºC, abastecendo o Balneário Municipal, que inclusive é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade.  O Balneário tem diversas opções de atividades, como banhos de imersão, hidromassagem e massagens. 

O Morro do Cruzeiro também é um lugar interessante para se visitar. Situado a 1.054 metros acima do nível do mar, ele proporciona uma vista exuberante de 360º da cidade. É possível chegar até lá caminhando, de carro, ou com os chamados “trenzinhos turísticos”.

Assim como Campos do Jordão, Águas de Lindóia tem uma vida noturna ativa. Vale a pena dar um pulo nos bares e cafés com música ao vivo e se divertir, também, depois que o sol se põe. 

E aí, gostou das nossas dicas? Então fique ligado porque teremos muitas outras. E lembre-se, para onde quer que você vá, marque sua viagem pela BUSER.

Conheça os 5 destinos mais “quentes” do Carnaval 2020 e o que aproveitar em cada um

Conheça os 5 destinos mais “quentes” do Carnaval 2020 e o que aproveitar em cada um

Conheça os destinos do Carnaval 2020 que prometem fazer com que a sua folia seja inesquecível

Está quase na hora de botar o bloco na rua e desejar que a quarta-feira de cinzas nunca chegue. E a gente sabe que Carnaval é uma data importante demais para não curtir 100% da festa.  Para te ajudar nessa missão, neste conteúdo listamos os 5 melhores destinos do Carnaval 2020 para você.

Depois deste texto só vai faltar fazer todas as suas fantasias caberem na mala, porque a diversão vai estar garantida. Vamos lá? 

>>> CONHEÇA A BUSER e os grupos fechados para as cidades carnavalescas

Rio de Janeiro

O Carnaval do Rio dispensa apresentações, certo? Errado. Mesmo sendo o mais tradicional do país, ele continua o mais famoso e um dos principais destinos do Carnaval 2020. Se engana quem acha que a folia do Rio se resume à Marquês de Sapucaí.  Com mais de 300 bloquinhos espalhados pela cidade, o carnaval da capital carioca é um dos mais fortes do país. Aproveitar os blocos de rua é uma maneira bem genuína de curtir a festa e o melhor de tudo é que não precisa comprar ingresso.

Com tantas opções disponíveis, a chance de escolher os blocos errados aumenta. Mas para isso existem aplicativos com as agendas da folia. Mas a gente sabe que mesmo conhecendo a programação, ainda é difícil escolher entre tantas opções, então vale uma dica de ouro: nem sempre os blocos mais famosos são os os melhores. Não subestime os blocos de bairro.

Enquanto blocos como o Cordão da Bola Preta, Simpatia é Quase Amor e Bloco das Poderosas arrastam milhares de pessoas, outros blocos, menores, não deixam nada a desejar. Focar neles pode ser uma maneira mais segura e até mesmo divertida de pular. Há  bons blocos no aterro do Flamengo, como o Orquestra Voadora e Amigos da Onça, além de ótimas bandas nas ruas e praças.

Se mesmo assim você resolver se arriscar blocos mais cheios, é recomendável chegar com antecedência. Senão você corre o risco de nem encontrar a saída do bloco.

Leia também: 6 dicas para o Carnaval que vão te fazer economizar muito

São Paulo

Cantora Luiza Sonza se apresentando no carnaval paulista, que é um destinos mais buscados no carnaval 2020.
O Carnaval de São Paulo só tem crescido em tamanho e importância (Foto: Divulgação)

Quem diria que, um dia, a “terra da garoa” se tornaria um dos principais destinos do Carnaval 2020? A festa de São Paulo vem crescendo ano a ano e, só em 2019, recebeu mais de 9 milhões de foliões de todos os cantos do Brasil.

A boa notícia é que São Paulo tem tamanho e porte para abrigar esse mundo de foliões. Afinal, são mais de 500 blocos para escolher — uns mais lotados e outros mais tranquilos — pra quem quer ir com a família e para quem quer bagunçar

E quem disse que o carnaval de São Paulo termina na quarta-feira de cinzas? Oficialmente, em Sampa, a folia já começou na sexta-feira, 14, e vai até dia 1º de março. Para saber a programação completa, basta acessar o site da prefeitura AQUI

Agora, se você é daqueles que quer mais aproveitar os blocos mais famosos e disputados, a dica é concentrar-se nas regiões do: centro (Acadêmicos do Baixo Augusta, Tarado Ni Você e Explode Coração, Domingo Ela Não Vai);  zona sul (Monobloco, Vumbora, com Bell Marques) e na zona oeste (Agrada Gregos, Largadinho com Claudia Leitte, entre outros).

Além disso, São Paulo, assim como o Rio de Janeiro, também tem seu famoso desfile das escolas de samba que, neste ano, será realizado entre os dias 21 e 24 de fevereiro.

Para quem busca diversão com as crianças, além dos diversos blocos infantis, os Sescs terão diversas atrações para os pequenos foliões.

Belo Horizonte

O mesmo movimento que aconteceu com o Carnaval de São Paulo ocorreu em BH. Se há uns anos os belorizontinos deixavam a cidade completamente vazia nos dias de Carnaval, buscando destinos no interior, como Ouro Preto e Diamantina — que por sinal continuam tendo bons carnavais. Hoje, os moradores da cidade e turistas de todo o Brasil disputam espaço na folia da capital mineira, que se tornou  um dos principais destinos do Carnaval 2020.

BH, definitivamente, é a escolha para quem busca uma rota alternativa e menos popular do que outros carnavais, mas igualmente boa. Uma característica bem marcante do Carnaval de BH é a pluralidade, tanto de sons (música); tipos de blocos, mas, principalmente, das pessoas. Ou seja, é um Carnaval bem democrático e onde o respeito é essencial.

Em 2019,a folia belorizontina reuniu mais de 4 milhões de pessoas. Só em 2020 serão mais de 400 blocos. Uma característica importante é que o Carnaval de BH acontece, predominantemente, durante o dia. Há blocos que saem bem cedinho e a programação vai até o fim da tarde. Então, se você gosta da noite, vai precisar procurar festas fechadas e/ou baladas pela cidade.

Entre um bloco e outro, se sobrar tempo, aproveite para curtir o que a boa gastronomia mineira tem a oferecer. Com preços variados, Belo Horizonte é famosa por oferecer boa comida nos estabelecimentos mais diversos, desde o botecos, aos restaurante mais finos. Se optar por também fazer um tour gastronômico, planeje os estabelecimentos que pretende visitar antes, pois nem tudo abre durante o carnaval em BH.

No dia 25, BH receberá o show da Bartucada: um dos blocos de Carnaval mais famosos de Minas, fundado em 1972. O bloco sairá às 14h na Avenida Brasil.

Salvador

Milhares de pessoas correndo atrás do trio no carnaval de salvador, um dos destinos de carnaval mais populares do país.
A folia soteropolitana tem características próprias. Só por lá é possível ver uma mescla entre carnaval e religião (Foto: Divulgação)

O Carnaval de salvador é conhecido com um dos mais caros do país, mas dá para se divertir todos os dias sem gastar muito:

Além dos blocos de corda, que custam entre R$ 180,00 e R$ 1090,00, e dos famosos camarotes, é possível aproveitar, e muito, o Carnaval da pipoca. Porém, para se divertir sem gastar é preciso estratégia para se posicionar bem na entrada do bloco e ter muita disposição e paciência para se misturar a um mundo de gente.

Em Salvador, os blocos são puxados por um trio elétrico, que normalmente carrega algum grande nome da música baiana. Os trios seguem três principais trajetos, o circuito Dodô (Barra-Ondina), que começa em frente ao Farol da Barra, circuito Osmar (Campo Grande) e que sai da praça do bairro e circuito Batatinha (Centro). 

Além de artistas famosos que lideram blocos, como Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Margareth Menezes, Bell Marques e Asa de Águia, a cidade também tem alguns blocos muito tradicionais e recheados de história, como Olodum, Timbalada, Filhos de Gandhy e Ilê Aiyê.

A tradição do afoxé e a comida baiana

Alguns dos blocos tradicionais, como Filhos de Gandhy, são embalados pelo Afoxé e isso é um espetáculo à parte. Afinal, o Afoxé, também chamado de Candomblé de Rua e Negreiro Pernambucano, é um cortejo de rua que sai durante o Carnaval. O Afoxé pode ser definido como uma manifestação afro-brasileira com raízes no povo iorubá

A folia soteropolitana acontece durante 16h por dia, então, haja energia! A boa notícia é que para comer bem não necessariamente é preciso voltar para a hospedagem ou parar em um restaurante: Salvador tem das melhores e mais tradicionais comidas típicas de rua do Brasil. Do acarajé ao abará, moqueca ou mugunzá, come-se muito bem e gastando pouco.

Recife

Diz a lenda que depois de se sacudir levado pelo ritmo do frevo a pessoa nunca mais é a mesma. Deve ser por isso que o Carnaval de Recife encanta tantas gente.

É impossível falar de Recife sem citar sua cidade irmã, Olinda, que fica a 6 km de distância. A capital pernambucana abriga um evento muito plural, de muita personalidade e possibilidades. Não é à toa que muitos o consideram o melhor Carnaval do país.

Bom, é nas ruas do Carnaval de Recife que acontece um dos maiores blocos do mundo, o Galo da Madrugada. Uma das principais características do Carnaval pernambucano é a tradição. Seja pelos centenários blocos de bonecos de Olinda ou pelos clubes de frevo.

Além disso, nem só de hit de Carnaval se faz a festa de Recife. Existem diversas músicas e cantigas que dão ritmo à folia e que marcaram muitos carnavais, como o “Hino do Galo” e “A Praieira!”.

A boa gastronomia e a diversidade de temperos também pode dar aquela reforçada no estômago do folião sem pesar no bolso. Aposte nas comidas regionais, como a famosa macaxeira com carne de sol, tapioca e caldinho de feijão.

O Carnaval de Recife é uma ode à tradição e ao próprio Carnaval em si. O grande diferencial dele é que além de uma festa extraordinária, a capital pernambucana está repleta de paisagens e praias de tirar o fôlego. Olinda não fica para trás, com seu patrimônio preservado há séculos e protegido pela Unesco que une os belos casarios em suas ladeiras às praias paradisíacas. São ladeiras e praias dignas de pinturas.

Muitos destinos de Carnaval em 2020 e um objetivo: diversão

Seja para pular atrás do trio, para descobrir o que é o Carnaval mineiro da diversidade, para entender que São Paulo tem ritmo e cor, conhecer o afoxé e a tradição negra ou para aliar folia e cultura, o importante mesmo é curtir a festa. Carnaval é isso, um evento democrático nos sons, cores e no seu povo. Esperamos ter ajudado você com essas 5 opções de destinos do Carnaval 2020 que prometem ferver. Até breve 🙂

E lembre-se, para onde quer que você, marque sua viagem pela BUSER e viaje com conforto, segurança e preço baixo.