fbpx

Turismo religioso: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

17 minutos para ler

Turismo religioso: o Brasil é um país com uma diversidade religiosa incrível e os santuários espalhados pelo país revelam o grande potencial do turismo religioso.

Viajar é o objetivo de vida, das economias e o hobby perfeito de milhares de pessoas ao redor do mundo. Em 2019, só no Brasil, foram 97,1 milhões de passageiros, viajando em busca dos mais diversos nichos de turismo, como o turismo religioso.

Geralmente, esses viajantes buscam se conectar com a própria espiritualidade e celebrar a fé. Seja nas cachoeiras das cidades do interior de Minas Gerais, seja em uma romaria em Aparecida, o que não falta são opções para renovar as energias, agradecer as conquistas e fazer novos pedidos.

Preparamos um guia completo sobre o assunto. Você vai conhecer melhor o conceito de turismo religioso, sua evolução ao longo dos anos, sua participação na economia, os diferentes tipos de religião e os destinos mais populares no Brasil e no mundo. Embarque conosco nesta leitura!

1. Conceito de turismo religioso

O turismo religioso é um segmento de turismo e lazer relacionado ao deslocamento de pessoas por motivos religiosos, seja na visita de um determinado local, seja para a participação de eventos como, por exemplo, as peregrinações.

A atividade está presente em todo o mundo, uma vez que há locais santos e celebrações de fé em todos os continentes — o que dá a oportunidade para apostar em diversos roteiros diferentes.

Seja indo para o outro lado do globo, seja para viajar de ônibus com crianças e toda a família, o que não falta são oportunidades para chegar a esses locais e opções de escolha no Brasil e no mundo.

2. Evolução do turismo religioso

O turismo religioso existe desde os primórdios. Os registros das primeiras romarias brasileiras são de 1700, após a aparição da imagem da Virgem Maria, em aparecida.

No início de 1900, a Igreja Católica começou a incentivar as romarias por meio de eventos organizados, investimentos em via de transporte e propaganda desses eventos.

Os locais foram evoluindo, bem como sua infraestrutura para receber os fiéis. Em Aparecida, por exemplo, são mais de 37 mil leitos, inúmeros restaurantes e lanchonetes. Os estabelecimentos estão sempre prontos para atender aos turistas com conforto e qualidade.

3. Influência na economia

De acordo com o jornal Brasilturis, o turismo religioso movimenta milhões de reais por ano no Brasil. Por exemplo, o Círio de Nazaré, no Pará, movimentou sozinha US$ 32 milhões de reais no feriado de 12 de outubro do ano de 2019. Em Aparecida, mais de 170 mil turistas participaram da celebração naquele ano.

A mesma reportagem aponta que os brasileiros fazem mais de 8 milhões de viagens dentro do país em busca dos principais destinos religiosos. Anualmente, nosso país recebe cerca de 30 mil estrangeiros pelos mesmos motivos.

4. Importância do turismo religioso

Os números apontados até agora revelam a importância do turismo religioso no Brasil. Reportagens antigas, da década de 2010, já apontavam o poder do segmento em fortalecer a economia de mais de 300 cidades brasileiras — incluindo as que estão localizadas no interior, como Juazeiro do Norte.

As principais vantagens não se restringem ao comércio local, rede hoteleira e atividades relacionadas as práticas religiosas. O mercado imobiliário também ganha com isso e a população de maneira geral com a geração de empregos e aquecimento da economia, já que novas empresas, de diversos ramos, têm interesse em se instalar nessas regiões e se beneficiar do movimento local. 

5. Diferentes religiões

No geral, países de todo o globo são movidos pela fé. Inclusive, a história do mundo é marcada pelo surgimento, domínio e conflitos religiosos. Conheça algumas delas, seus conceitos e curiosidades:

  • Cristianismo, com aproximadamente 2,2 bilhões de adeptos no mundo, é onde se enquadram católicos ortodoxos e protestantes;
  • Islamismo, região mais popular na Ásia e na África;
  • Judaísmo, com aproximadamente 14 milhões de seguidores no mundo, os judeus são protagonistas históricos e figuras muito presentes na Bíblia;
  • Budismo, que tem Buda como líder espiritual e diversos santuários espalhados pelo mundo — inclusive no Brasil, na cidade de Foz do Iguaçu;
  • Santo Daime, religião brasileira, originada na Amazônia, cujas celebrações acontecem a partir da ingestão da bebida Santo Daime;
  • Candomblé, faz parte das celebrações africanas difundidas no Brasil, praticada pelos escravos e com forte influência do Catolicismo;
  • Umbanda, religião brasileira que mistura elementos do espiritismo, catolicismo, candomblé, surgiu no Rio de Janeiro em 1908.

Independentemente da religião com a qual a pessoa mais se identifica, todas elas merecem respeito. Mesmo que o turista não vá a um determinado lugar em busca de turismo religioso, pode se deparar com celebrações, monumentos, museus e outras atividades relacionadas a essas e outras práticas religiosas.

Por exemplo, católicos e umbandistas se encontram em Salvador: uns visitando suas igrejas históricas, outros, participando as celebrações para Iemanjá. Falaremos sobre o assunto ainda neste artigo. 

6. Turismo religioso internacional

A Ásia é considerada um núcleo religioso mundial, recebendo o maior número de peregrinos e viajantes para eventos e santuários — tanto do próprio continente, como de outras partes do mundo.

De acordo com artigo publicado na biblioteca da Organização Mundial de Turismo, são aproximadamente seiscentos milhões de viagens com motivações religiosas no mundo, onde 40% tem como destino a Europa e mais de 50% a Ásia. Conheça os principais destinos no continente:

  • Boudhanath Stupa, santuário budista em Kathmandu;
  • Buda Gigante, em Leshan, na China;
  • Buda Reclinado, na Tailândia;
  • cavernas sagradas de Buda em Pak Ou, em Laos;
  • Cemitério de Jarai, no Vietnã;
  • Golden Rock, Mianmar;
  • Grande Buda, no Camboja;
  • mais de 50 mil esculturas do Buda esculpidas em pedra, em Datong, na China;
  • Mesquita de Omar Ali Saifuddien, em Brunei;
  • Mesquitas históricas, Patrimônios Culturais da Unesco em Bagerhat;
  • Mosteiro da impressão tibetana; em Dege;
  • Mosteiro de Chung Tai Chan, em Taiwan;
  • Palácio de Potala, no Tibete;
  • Rio Ganges, na Índia;
  • Santuário de Hazrat Ali, no Afeganistão;
  • Templo da Caverna Dambulla, no Sri Lanka;
  • Templo da Fertilidade e Mosteiro de Gangtey, em Butão;
  • Templo Hindu Besakih, em Bali;
  • Templos hindus em Bangladesh.

6.1. Destinos religiosos na Europa

É difícil falar em turismo religioso sem citar a Europa. Afinal de contas, na Itália está o Vaticano, um dos protagonistas do catolicismo e uma referência quando o assunto é religiosidade.

Independentemente da crença de cada indivíduo, todos já ouviram falar sobre o local que abriga a casa do Papa, suas celebrações e as manifestações culturais — como a famosa pintura da Capela Sistina.

6.1.1. Roma

Roma é a cidade mais importante para o catolicismo. É a casa da Cúria Católica e do Papa, onde se localizam os túmulos de dois apóstolos de Jesus de Nazaré: São Pedro e São Paulo.

Há duas basílicas monumentais, a Basílica de São Paulo e a Basílica de São Pedro, conhecida como a maior de todas as igrejas católicas.

6.1.2. Santuário de Fátima

Localizado em Portugal, o Santuário de Fátima recebe peregrinos e amantes do turismo histórico para conhecer o local em que três jovens afirmaram ter visto Virgem Maria, em 1917.

6.1.3. Santuário de Lourdes

Lourdes, na França, tem um santuário dedicado a aparição da Imaculada Conceição. Bernadette Soubirous afirmou ter visto a santa por cerca de 18 vezes no ano de 1858, na gruta de Massabielles.

As aparições foram confirmadas pelo Vaticano, aceitando-as como um milagre, fazendo com que o Santuário de Lourdes seja um dos mais importantes destinos de peregrinação do país.

6.1.4. Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago é uma trilha de peregrinação sagrada para os católicos romanos desde o século IX. Diferente do que muitos pensam, ele não é composto por apenas uma rota: são diversos trajetos, partindo de diferentes pontos espalhados por toda a Europa.

Independentemente do trajeto realizado, qualquer rota do Caminho de Santiago termina em Santiago de Compostela, no extremo oeste da Espanha. A Catedral de Santiago de Compostela é onde estão os restos mortais de São Tiago.

O trajeto mais popular começa na França e continua por todo o norte da Espanha. Um dos bonitos é a infraestrutura, que inclui alimentação e hospedagem

7. Turismo religioso no Brasil

No geral, o brasileiro é um povo fiel. De acordo com pesquisa publicada pela Folha de São Paulo, apenas 10% dizem não ter uma religião.

Os dados sobre o turismo religioso no Brasil revelam que católicos, evangélicos e pessoas de outras religiões não se limitam às igrejas que costumam frequentar: elas estão dispostas a viajar pelo país — e até mesmo pelo mundo — atrás de passeios que permitam a manifestação de sua fé. Só em 2018, o turismo religioso gerou um faturamento de R$ 15 milhões de reais para o país.

No Brasil, os santuários que mais atraem fiéis são:

  • Santuário de Madre Paulina;
  • Santuário do Pai das Misericórdias;
  • Santuário Frei Galvão;
  • Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida;
  • Templo Budista Chen Tien.

8. Destinos religiosos no Brasil

Conheça com mais detalhes alguns dos principais destinos para turismo religioso no Brasil e planeje sua viagem!

8.1. Nova Trento, Santa Catarina

Nova Trento é uma típica cidade catarinense com ares europeus, poucos habitantes e localização privilegiada. Cerca de 2 horas a 2 horas e meia separam o município das gigantes Florianópolis, Blumenau e Joinville, e se transformou em um reduto de turismo religioso e cultural.

É lá que está o Santuário Madre Paulina, dedicado a Santa Madre Paulina, a primeira santa do Brasil. Foi lá que viveu Amábile Lúcia Visinteiner, italiana que se mudou para a cidade brasileira em 1875 e teve dois milagres reconhecidos pela igreja católica:

  • a cura instantânea de Eluíza Rosa de Souza, em Imbituba (SC), em 1966, quando um pedaço de roupa de Madre Paulina foi colocado sobre seu peito;
  • a cura 24 horas após o batismo, ainda no hospital, de Iza Bruna Vieira de Souza, de Rio Branco (AC), que nasceu com má formação cerebral e teve um retrato de Madre Paulina colocado próximo ao seu leito hospitalar.

A santa foi canonizada no dia 19 de maio de 2002, por São João Paulo II. Seu santuário apresenta 7 mil metros quadrados e tem capacidade para até 3 mil pessoas sentadas. Além da igreja principal, há mais três capelas no complexo:

  • Capela do Santíssimo;
  • Capela Penitencial;
  • Capela Santa Paulina.

Para os turistas, há restaurantes com preços bastante acessíveis, quiosque para lanches, amplo estacionamento e infraestrutura para receber peregrinos do mundo todo.

A região em que a cidade está localizada é chamada de Vale Europeu, onde os traços da colonização são fortes. Além da programação religiosa, é possível encontrar locais de venda e degustação de vinhos, queijos, salames, linguiças e licores.

As cidades do entorno também são um show a parte. Em Blumenau há uma forte cultura alemã, Joinville é o maior município de Santa Catarina e Florianópolis um dos destinos litorâneos mais importantes do Brasil. Vale a pena programar uma viagem. 

8.2. Trindades, Goiás

Assim como Nova Trento, a cidade de Trindade também está bem localizada. São 27 quilômetros da capital Goiânia, 85 quilômetros da Anápolis e 190 quilômetros de Caldas Novas, importante destino turístico.

É lá que está localizado o Santuário Divino Pai Eterno, que recebe cerca de 4 milhões de peregrinos todos os anos. O templo foi erguido para homenagear o medalhão da Santíssima Trindade, encontrado em 1840 por agricultores da região.

No complexo, além da igreja principal, os turistas, peregrinos e religiosos também encontrar:

  • a Capela do Santíssimo;
  • a Gruta da Intercessão;
  • a Sala dos Milagres.

Entretanto, os atrativos religiosos vão além do complexo. Por exemplo, há feiras com souvenirs espalhados pela cidade e região, a avenida principal conta com esculturas pintadas à mão, em tamanho natural, que retratam a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo e a Igreja Matriz da cidade, tombada como Patrimônio Histórico do estado de Goiás.

Em Trindade também se localiza a Igreja do Padre Pelágio, um padre alemão que está em processo de beatificação.

Elaborar um roteiro de viagem por Goiás pode ser surpreendente. Caldas Novas, cidade próxima à Trindade, é reconhecida como a maior estância hidrotermal do mundo. Há hoteis, resorts e parques aquáticos para as famílias se divertirem e descansarem. 

8.3. Aparecida, em São Paulo

Não há como falar de turismo religioso no Brasil ou no mundo sem citar a cidade de Aparecida, no estado de São Paulo, uma das cidades religiosas mais famosas do mundo.

Em primeiro lugar, Aparecida fica localizada próximo a cidades importantes do estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, o que amplia as oportunidades em realizar um roteiro de viagens completo e interessante. Veja:

  • Campos do Jordão (SP) — 71 km;
  • Itajubá (MG) — 96 km;
  • Paraty (RJ) — 103 km;
  • São Paulo, capital — 170 km;
  • Ubatuba (SP) — 135 km.

O município é movido pelo turismo religioso, recebendo milhões de pessoas todos os anos. Só no ano de 2018 foram mais de 12 milhões de romeiros. A cidade está preparada para esse fluxo, garantindo uma ótima infraestrutura para receber peregrinos e turistas.

Essa história começa em 1717, quando três pescadores encontraram uma imagem da Virgem Maria no Rio Paraíba. Medindo 36 centímetros de altura e pesando 2,5 quilos e meio, foi pescada duas vezes pelas redes de Domingos Garcia, João Alvez e Filipe Pedroso: primeiro o corpo, depois a cabeça.

Neste dia teria acontecido o primeiro milagre. Os pescadores não estavam apenas buscando pelo próprio alimento, mas foram incumbidos de providenciar o peixe para o banquete que seria oferecido ao Conde de Assumar, que na época governava a província de São Paulo.

Ao longo de todo o dia, a pesca havia sido um fracasso. Nenhum peixe foi pego e, quando estavam quase desistindo, a Santa apareceu em sua rede. Após pescá-la, a pescaria foi um sucesso e os animais começaram a encher as redes. O fato aconteceu na segunda quinzena de outubro. Por isso, no dia 12 de outubro, o Brasil celebra o seu dia.

A imagem permaneceu na casa de um dos pescadores até 1745, quando a primeira capela de Aparecida foi construída. Hoje, o Santuário Nacional abriga a Basílica e diversas outras igrejas. Além disso, a cidade conta com vários outros atrativos, como:

  • Caminho do Rosário, com estações e esculturas em tamanho real que retratam cenas da vida de Jesus e da Sagrada Família;
  • museu de cera com personagens religiosos;
  • teleférico.

A imagem original da Santa está exposta em um nicho fabricado em ouro, dentro do próprio Santuário.

8.4. Juazeiro do Norte, no Ceará

O nordeste é conhecido pelo seu litoral exuberante, povo alegre, comida típica e verão o ano inteiro. Muitas pessoas não imaginam, mas também são ótimos destinos para os fiéis que gostam de ir em busca do turismo religioso.

Uma dessas cidades é Juazeiro do Norte, no Ceará. A cidade fica a 500 quilômetros da capital, 387 quilômetros de Mossoró (RN) e a 600 quilômetros das capitais de Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

É lá que está uma das mais famosas esculturas católicas do Brasil, a estátua de Padim Padre Cícero. Com 27 metros de altura, ela homenageia o padre que teve uma expressiva atuação religiosa e política — afinal, também foi prefeito de Juazeiro do Norte.

Seus milagres não são reconhecidos pela igreja, embora muito famosos, como aquele em que a hóstia se transforma em sangue. Ainda que não beatificado, é considerado o santo do sertão nordestino.

Além disso, a cidade tem outras atrações, como o Museu Vivo, que retrata fielmente a casa em que o padre morava.

8.5. Salvador, na Bahia

Nem só do catolicismo vive o turismo religioso brasileiro, e a capital baiana se destaca no quesito fé. As oferendas são tradicionais da umbanda e candomblé, embora religiões como o Santo Daime também tenham seus rituais e hinos em celebração a rainha.

Salvador é palco de uma das mais belas celebrações para Iemanjá, a Rainha dos mares. Lá está localizada a Casa de Iemanjá, onde um grande balaio recebe as oferendas dos fiéis que depois são levadas ao mar.

Os pescadores locais também levam turistas e religiosos em suas embarcações para levar suas oferendas ao alto mar. Como a celebração acontece no início do ano, é a ocasião escolhida por muitas pessoas para agradecer as conquistas do ano anterior e atualizar seus pedidos.

Há uma conexão entre a tradição da umbanda e do candomblé com o catolicismo, já que Iemanjá é sincretizada como a Virgem Maria. Falando nisso, os católicos que viajam a Salvador podem aproveitar e conhecer a Igreja de São Francisco de Assis, que impressionam por seus detalhes em ouro. Salvador também é um dos destinos mais baratos do Brasil. Vale a pena apostar nessa viagem!

9. Como planejar uma viagem os destinos de turismo do Brasil

O Brasil é um dos maiores países do globo, o que facilita o planejamento de viagens. Por menor ou mais retirada que a cidade pareça, a infraestrutura aérea e rodoviária permite não só a chegada dos fiéis aos principais destinos de turismo religioso, como uma visita aos municípios do entorno.

Nesse sentido, o primeiro passo é escolher quais santuários o viajante pretende visitar. Depois, é importante fazer uma pesquisa detalhada não só sobre o local, mas sobre a cidade e o seu entorno.

Por isso, optar por um carro ou ônibus pode ser interessante, já que reduz custos, permite que o turista conheça toda a região durante o trajeto e economize alguns pernoites optando pelas viagens noturnas.

Também é preciso considerar a melhor época para viajar para cada local. Por exemplo, ir para Nova Trento ou Juazeiro do Norte em pleno fim de ano pode não ser uma boa escolha se o turista está em busca de economia e tranquilidade.

A alta temporada costuma ter preços elevados em transporte, alimentação e hospedagem. Mesmo optando por viajar de ônibus, que costuma ser mais em conta, ainda sim é necessário pensar nas próprias demandas de forma estratégica.

O turismo religioso é um nicho de muito potencial, tanto para turistas, como para os profissionais da área. Os locais estão cada vez mais bem preparados para receber os fiéis e viajantes, não só dentro das cidades, como em todo o seu entorno. Seja qual for o destino escolhido, vale a pena renovar as energias nesses locais, investir um tempo para celebrar a fé e conhecer as paisagens da região. Aproveite!

Quer mais dicas sobre turismo? Curta nossa página do Facebook!

Confira os destinos que a Buser trabalha e planeje sua viagem para os destinos de turismo religioso mais famosos do Brasil e cidades próximas!

1) Blumenau (SC)

2) Joinville (SC)

3) Florianópolis (SC)

4) Anápolis (GO)

5) Caldas Novas (GO)

6) Goiania (GO)

7) Itajubá (MG)

8) Aparecida (SP)

9) Paraty (RJ)

Posts relacionados