fbpx

O que fazer em Ouro Preto? Descubra 5 dicas aqui!

6 minutos para ler

Saber o que fazer em Ouro Preto é importante para não deixar de conhecer nenhuma atração relevante da cidade!

Você sabe o que fazer em Ouro Preto? Essa costuma ser uma dúvida comum entre as pessoas que desejam conhecer essa encantadora cidade do interior de Minas Gerais, famosa por conta da sua história.

Existem diversos motivos para ir para Ouro Preto, afinal, estamos falando de uma das cidades mais importantes da história do Brasil, muito relevante no período colonial, e que até hoje abriga importantes igrejas barrocas, museus, minas de ouro, construções históricas etc.

Tem interesse em descobrir mais sobre o que fazer em Ouro Preto? Então, continue a leitura deste post, pois vamos apresentar 5 dicas. Não perca!

1. Conhecer a Praça Tiradentes

A Praça Tiradentes é considerada como o coração de Ouro Preto, já que é o local mais movimentado da cidade, com hotéis, restaurantes, cafeterias e onde se localiza o Centro Cultural e Turístico da cidade, em que é possível obter mapas e ajuda turística.

Sua importância histórica é inquestionável, já que a Praça Tiradentes é um marco da Inconfidência Mineira. Foi nesse local que a cabeça de Tiradentes, mártir da Independência, foi exposta depois de seu assassinato em 1792. Hoje em dia, há uma estátua em sua homenagem no local.

2. Visitar as igrejas da cidade

Ouro Preto é repleto de igrejas que devem ser visitadas. A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar é uma grande representante do estilo barroco brasileiro, sendo a segunda igreja mais rica em ouro no Brasil, uma vez que foram gastos mais de 400 kg de ouro em sua construção. Além disso, em seu subsolo, há o Museu de Arte Sacra do Pilar.

Já a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, decorada pelo pai de Aleijadinho, que sofria influência do estilo barroco-rococó, é considerada um dos mais importantes templos da arte colonial mineira. No entanto, existem alguns pontos, como alguns de seus altares e os púlpitos, que são obras do próprio Aleijadinho.

A Igreja de São Francisco de Assis, uma das mais famosas do Brasil, foi construída em estilo barroco-rococó. Sua fachada foi projetada por Aleijadinho e seu teto foi pintado pelo Mestre Ataíde, um famoso pintor brasileiro da era colonial. Aproveite também para visitar o Museu do Aleijadinho, que fica localizado nos fundos da igreja.

Localizada no alto de um morro, a Igreja de São Francisco de Paula é a mais alta de Ouro Preto e foi a última igreja construída no período colonial. Sua construção foi um projeto de Francisco Machado da Cruz.

Há, ainda, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, projetada por Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho, um belo exemplar do período Barroco brasileiro. O túmulo de Aleijadinho e seu pai se encontram na igreja.

3. Ir aos principais museus

Mais uma dica sobre o que fazer em Ouro Preto é ir aos museus que ajudam na compreensão da história local, já que a cidade oferece alguns espaços dedicados à arte e à história da região. No Museu da Inconfidência, por exemplo, existem diversos objetos e documentos desse período que culminou na independência do Brasil.

Já o Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas é um bom local para entender como o minério se torna a principal atividade da cidade.

Se o seu objetivo é aprender mais sobre obras sacras, conheça o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto, o Museu do Oratório e o Museu Aleijadinho.

Para quem é encantado por arquitetura colonial, é válido visitar locais como a Casa da Ópera, a Casa de Tomás Antônio Gonzaga, a Casa dos Inconfidentes e a Casa dos Contos — locais que são, na realidade, centros culturais, mas que têm como principal atração os próprios edifícios.

4. Entrar em minas de ouro

Ouro Preto é uma cidade que teve grande atividade mineradora no período colonial. A maior parte da riqueza do local foi levada para a Europa na época, mas ainda é possível visitar algumas das minas em que eram retirados os minérios e as pedras preciosas.

Durante o passeio, os visitantes podem entrar nas minas e escutar de maneira detalhada sobre o trabalho de pessoas escravizadas nas minas e acerca da exploração de minério no local, pois os passeios são acompanhados por guias.

 5. Percorrer os arredores

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, Ouro Preto não é a única atração localizada nessa região de Minas Gerais. Assim, por meio de passeios curtos, também é possível visitar outras cidades imperdíveis e conhecer mais atrações.

Um passeio muito interessante é ir a Mariana de trem. Assim, você conhece mais uma cidade repleta de história e ainda aproveita uma viagem pelos antigos trilhos da região. Já na cidade de Congonhas é possível visitar os Doze Profetas de Aleijadinho e o Museu de Congonhas, que explica passo a passo algumas das obras-primas desse artista mineiro.

Entre as belezas naturais que podem ser visitadas nos arredores de Ouro Preto, a mais notória é o Parque Estadual do Itacolomi, marcado pela grande ponta de pedra na paisagem da cidade. Durante a visita, é possível realizar as trilhas do forno, da lagoa e da capela, conhecer a represa e o Mirante do Custódio e passear no Museu do Chá.

Os turistas que são mais aventureiros também podem agendar visitas guiadas ao Pico do Itacolomi e ao Morro do Cachorro — locais que contam com uma vista magnífica para a cidade de Ouro Preto.

Mais um passeio cheio de paisagens naturais perto de Ouro Preto é o Parque Municipal da Cachoeira das Andorinhas, que tem como atração principal uma pequena cachoeira que recebe águas do Rio das Velhas, um dos afluentes do Rio São Francisco, e é formada no meio de paredões de pedras.

Agora que você já conhece 5 dicas sobre o que fazer em Ouro Preto, não deixe de programar uma viagem para explorar essa cidade histórica mineira! Lembre-se de que fazer uma viagem de ônibus para conhecer o local costuma ser uma boa opção, uma vez que, dessa forma, é possível fazer uma viagem tranquila, segura e confortável.

Se você quer ficar por dentro das novidades da Buser, siga-nos nas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!

Posts relacionados