Confira 6 dicas para organizar as melhores férias com a família

6 minutos para ler

Férias com a família são um momento único e que fica registrado na memória de todos. Por isso, vamos te ajudar para que as suas sejam perfeitas. Com as dicas abaixo, só vai ficar faltando o seu toque final!

Depois de meses vivendo com uma imensidão de limitações, planejar férias seguras com a família, pode ser uma excelente iniciativa para superar os inúmeros problemas emocionais gerados com o isolamento.

Ainda que uma viagem de férias não seja a cura definitiva para os efeitos no humor, níveis de ansiedade e de outras consequências da diminuição do convívio, das atividades físicas e do entretenimento e lazer, é um bom momento para divertir-se com as pessoas que moram com você e que também enfrentam os efeitos negativos do isolamento.

Diante de tudo isso, só pensar e planejar um roteiro já pode ser uma forma de alívio. Por isso, no decorrer do texto, você vai notar nossa tentativa de ajudá-lo a se imaginar na estrada, de modo seguro. Embarque conosco!

1. Considere o estado da família

As pessoas reagem de forma diferente ao isolamento e muitos de nós podem até se acostumar a conviver com poucas pessoas. Nesse caso, um local muito movimentado pode não ser a melhor opção.

Para que você tenha uma ideia, mesmo quem mora em cidade grande e está acostumado com o movimento, pode precisar de um tempo para se adaptar depois de um período de férias longo, em um local isolado.

Por exemplo, imagine esse efeito em uma criança, depois de meses sem sair de casa. Para algumas delas, pode ser desconfortável ver um monte de gente de uma vez e mais interessante começar em um lugar menor. Alguém que more em Belo Horizonte e queira ir para o Rio de Janeiro, pode perfeitamente passar uns dias em Vitória e de lá viajar para a Cidade Maravilhosa

Além disso, as pessoas reagem de um modo muito particular em situações idênticas, especialmente nas que envolvem uma pandemia. Pesquisadores de Harvard apontaram, inclusive, um efeito muito maior nos jovens do que nos mais idosos — que suportam melhor o isolamento, ao mesmo tempo que são mais frágeis ao vírus. 

Isso sem contar todo o possível conflito gerado pela polêmica criada em torno do problema. Entre todas as faixas etárias, algumas pessoas relaxam demais, algumas se preocupam em demasia e outras são mais ponderadas. Independentemente de quem está certo, esse cenário pode gerar desentendimentos e constrangimentos, que também podem ser mais facilmente superados depois de uma viagem. 

2. Planeje com antecedência

Ciente do que pode ser a melhor opção para a sua família, você já consegue começar a planejar sua viagem. Assim, pense no roteiro e pesquise as opções de transporte, hospedagem e lazer. Isso não significa que o seu plano não possa ser flexível. Algumas pessoas gostam de viajar sem um destino certo, em um espírito mais aventureiro, mas essa não parece uma boa opção para quem tem filhos pequenos, por exemplo.

Além disso, mesmo quem não quer ficar exageradamente preso a um roteiro fixo, precisa planejar as alternativas quando viaja com a família, para não correr o risco de ficar sem hospedagem ou um meio de transporte mais adequado.

Powered by Rock Convert

3. Defina o orçamento

Prometemos escrever para te ajudar a se imaginar na estrada, mas precisamos falar sobre esse tópico. Algumas pessoas financiam suas viagens, outras passam o ano poupando, já com um destino em mente, mas nenhuma delas vai tirar o melhor proveito se não pensar no orçamento de um ponto de vista mais lógico.

É fácil gastar demais quando estamos felizes em um passeio agradável com quem amamos. Definir previamente quais serão os gastos vai evitar que todo o período que você passou relaxando se perca em meio ao estresse de perceber o tamanho da conta que precisará pagar.

Ainda mais em uma situação pós-pandemia, a grande maioria de nós estará com o orçamento limitado, então, é bom ter cuidado com isso. Além de tudo, quando você planeja sua viagem com base em um orçamento definido, consegue exercitar sua criatividade e pensar em alternativas diferentes e incomuns, que podem ser bem interessantes.

Aliás, sabe como surgiu a Buser? Foi justamente a partir da observação de uma dificuldade criada pelo modelo de transporte monopolista que temos, que gera obrigações e gastos que são evitáveis com a intermediação e uma forma justa de rateio. Quem sabe o que você pode pensar de novo e criativo ao planejar sua viagem?

4. Envolva as pessoas

Este tópico se chamaria: “escolha um lugar de que todos gostam”, mas logo pensamos que isso não seria suficiente. É óbvio que cada família é única, mas se achar que a sua vai se empolgar mais se participar do processo, pesquisando lugares, avaliando hotéis, escolhendo o transporte e assim por diante, vale a pena experimentar. 

Voltamos a dizer, isso varia em cada família. No caso de um casal sem filhos, por exemplo, a dedicação de uma das pessoas em preparar tudo pode ser interpretada como um ato de cuidado. Lembra-se do que comentamos no primeiro tópico? Do mesmo modo que vale para a reação das pessoas à pandemia, vale para a personalidade.

5. Evite datas festivas e eventos

No momento que estamos vivendo atualmente, o melhor é evitar datas festivas e eventos que possam oferecer riscos de aglomeração. Além de ser a opção mais segura para essa família, em datas festivas e eventos, os hotéis ficam mais caros, as filas ficam maiores e, muitas vezes, o acesso às atrações que você programou para visitar vai ser mais difícil e caro.

Além disso, é provável que a cidade esteja mais suja e as pessoas mais exaltadas. Nada disso combina muito com uma viagem em família, certo? O Ministério do Turismo mantém publicada uma Agenda Nacional de Eventos, mas as prefeituras também costumam publicar esse tipo de informação, o que pode ser útil em cidades menores.

6. Defina o meio de transporte

Se você escolheu um destino com uma linha Buser, já sabe nossa sugestão, não é? Estamos seguros em oferecer uma solução única, com preço justo, com conforto e segurança superiores. 

Se não for o caso, vai precisar pesquisar alternativas, e a antecedência é importante para que, mesmo que não possa contar com um modelo de transporte inovador, consiga alguma economia. 

Por fim, desejamos férias revigorantes e uma volta ao normal como você e sua família esperam. Se ocorrer algum pequeno imprevisto, esperamos que vocês saibam fazer dele um momento divertido, ainda que estejamos aqui para te ajudar a evitá-los.

Falando nisso, tem mais! Acesse o post complementar que separamos para você: “Planeje a melhor época para viajar em 4 passos“.

Posts relacionados